abril 30, 2011

Programa do PSD entregue a Passos Coelho

A estratégia correcta. 
Catroga disse e bem: chega de medidas de austeridade. 
Para isso, bastam aquelas que resultam da gestão de Sócrates e do PS (PECs e FMI). Que são a herança que teremos que aguentar.

O programa do PSD, para além da inevitabilidade de assegurar os compromissos de Estado a assumir com a troika para corrigir os desgovernos socialistas de seis anos, não terá que penalizar mais os portugueses.

Mas deverá transmitir uma inflexão clara em relação aos socialistas que apenas garantem mais do mesmo. Do que apenas nos pode conduzir, novamente, ao pântano. E, idas ao pântano, já bastaram duas.

Qualquer resultado que não permita um acerto de agulhas para uma gestão não socialista será um descalabro para o País. Nos últimos dias, o PSD tem vindo a reacertar o passo. Agora falta impor o referendo que deverá ficar associado às eleições de 5 de Junho. Mais do mesmo ou... outra coisa. 
E não pode deixar se ser ... outra coisa. 
Porque o mesmo... já conhecemos. E é mau demais.

1 comentário:

CMO disse...

Programa do PS para a Geração de Abril

http://supraciliar.blogspot.com/2011/05/programa-do-ps-para-geracao-de-abril.html